Song name
# A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Kaquinho Big Dog - Coiote Sanguinrio chords

Highlighted       Show chord diagrams
(intro) Em C  D

Em                         G
Coiote Sanguinário era um cara muito mal
Em                          G
Batia em seu cavalo até na cabeça do pau
Em                         G
Aos 15 anos de idade assassinou seu pessoal
   C                        Am
Matou a tia o pai e a irmã
     Em
Enterrou todos no quintal

       G          Em
YpinharrÊ, Ypinharrôu
   C            Am      Em
Até sua mãe ele estuprou

    Em                      G
E o Rato do Deserto era um cara solitário
     Em                       G
Cresceu virou xerife só por causa do salário
   Em                      G
Casou com Merilu só pra fazer papel de otário
     C                      Am
Achava um ricardão por mês
       Em
Escondidim no seu armário

        G          Em
YpianhrrÊ, Ypinharrôu
     C         Am        Em
um corno estrelado     (2x)

(parte 2)
E um belo dia, o Coiote Sanguinário resolveu invadir a cidade
do bravo xerife Rato do Deserto. Foi uma batalha sanguinária....

(passagem)

E|-------3--------3--------3-------3---------3---------3------2------|
B|-------3--------3--------3-------3---------3---------3------3------|
G|------------------------------------------------------------2------|
D|----0--------0--------------------------0---------0---------0------|
A|--3--------2----------0--------0------3---------2------------------|
E|--------------------2--------3-------------------------------------|


        G                       D
Um fofoqueiro ao passar ali por perto
                      G                  D
Disse ao Rato do Deserto "o Coiote vem aí"
            G                  D
Corno estrelado começou a suadeira
                  G                        D
Passando por caganeira e terminando em piriri
         G                        D
Ele só tinha um revólver vinte e dois
         G                          D
E duas balas que comprou com um dumdum
            G                        D
Testou uma delas mas se arrependeu depois
          G                     D
Pois ela não furava nem um jirimum
      G                      D
E o Coiote já chegou fazendo zona
                     G                    D
Beliscou o bundão da dona que vendia acarajé
        G                     D
Se embebedou e no meio da bebedeira
G
Mostrou o pinto pra uma freira
D
Que rezava são josé
        G                     D
O Sanguinário nunca teve educação
       G                         D
Ele vivia com os dez dedos no nariz
          G                      D
E só sorria quando via os trapaião
        G                    D
Ele era fã do Bráulio e do Kakin

(repete passagem)

       G5
Mas o xerife Rato corno
      G#5
Resolveu sair do morno
      F5                             G5
E acabar de vez com o tal de Sanguinário
             G5                  G#5
Com uma vassoura e uma faca arregaçou sua casaca
          F5                      G5
E disse hoje eu justifico o meu salário

        G                         D/F#
O Sanguinário quando viu o vinte e doôis
       Em
Que o xerife trazia na mão
          C                        G
Deu gargalhadas e mostrou o seu depoôis
              Am                   D
Um trinta e oito que parecia um canhão

   C                          G
os dois se olhou nos olhos
             Am                G
E algo maravilhoso lhes aconteceu
C
Um fogo intenso que subia
          G
Um gelo frio que descia
        Am                     G
Tão violento que o creuço cresceu
         C                       G
Pensano beim ô seu coiote ôce não é feio
                   Am                   G
Esse seu nariz vermeio tem um charme a mais
         C                          G
ô seu ratinho eu adorei seus olhos claros
                       Am                   G
Que possuem o brilho raro que as estrelas trás
         C                             G
Desde criança eu só pensava em ser frutinha
                        Am                G
Ainda mais quando um colega tentou me comer
         C
Vamos morar no meu barraco
        G
Toda noite ralá saco
        Am          D
Essa cidade que se vá..a

  C5      A#5    G5
FUDEÊÊR....
C5      A#5    G5      C5   G5
Tap to rate this tab
# A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z